sexta-feira, 2 de fevereiro de 2007

Bolachinhas de fécula de batata

Durante a semana eu fiquei pensando, ao passear pelos blogs amigos e ler depoimentos tão lindos e emocionantes, em qual seria um prato representativo da minha infância. Pensei, pensei e pensei. Cheguei à conclusão que minha memória é uma coisa estranhíssima. Não lembro de um específico que fosse super favorito ou que hoje me dê saudades. Sei que eu não comia muito... (ai quem me dera se hoje eu comesse pouco!...rs) e tem até a história de uma ceia de Natal em que eu passei com um pêssego. Calcule. Um pêssego. Até hoje uma de minhas tias lembra dessa história com carinho (e com muitos risos, claro).

Então fiquei lembrando de coisas e pessoas. Minha família é grande, e todos têm mania de fartura - aquela coisa de que tem que ter comida pra um batalhão. Quando eu era criança e até os 15 anos, invariavlmente todo final de semana tínhamos parentes em casa, porque meu avô morava conosco. Então era churrasco, ou feijoada, ou aqueles almoços com muita coisa e que nada combina com nada. Tudo coisa simples e em quantidades dignas de exército.

Foram tempos maravilhosos. Todos juntos e felizes, mas as coisas vão mudando - e já se passaram 20 anos.

Continuamos felizes, mas não nos reunimos mais com tanta freqüência como antigamente. Coisas da vida mais moderna e mais corrida.

E, depois desse post gigante, me atenho à receitinha super simples. Teve uma época que essas bolachinhas viraram verdadeira febre em casa. Até um de meus tios, irmão de minha mãe, amava colocar a mão na massa e fazê-las quando ele vinha nos visitar, ou passar uns dias conosco. O que a gente adorava, diga-se de passagem, porque é uma massa dura e requer força para amasar!!

Bolachinhas de fécula
Ingredientes:
200 gramas de manteiga (não pode ser margarina)
200 gramas de fécula de batata
200 gramas de farinha de trigo
100 gramas de açúcar


Modo de fazer:
Misture os ingredientes até obter uma massa maleável (fica meio quebradiça, não muito fácil de moldar - hoje em dia uso o processador, porque acho muito pesada). Faça rolinhos e corte como nhoques, e asse em forno médio (180oC). Passe-os ainda quentes por açúcar.

Opcional: como eu não resisto a dar palpite, sugiro acrescentar, como toque especialíssimo, um pouquinho de essência de baunilha, ou raspas de limão, ou canela.

Ontem à noite fiz essas bolachinhas, depois de um ataque de saudades. Fica muito bom. E tem gostinho de infância.

Beijocas
:*****

7 comentários:

fezoca disse...

ô delicia.. tbm sempre fui vidrada nessas bolachinhas, que eram feitas bem frequentemente na minha casa! :-) beijos,

valentina disse...

Maria Helena, AMEI esta receita. Costumo ter fécula de batatas em casa e vou testá-las. Ah, gostinho de infância.!

Maria Helena Bueno, disse...

Fer, muito boas, né... to aqui comendo algumas! ;)

Valentina, são simples de tudo, mas uma delicinha pra beliscar à tarde com chazinho!!! rs

beijocas!!!
Maria Helena

Karen disse...

Eu nunca comi bolachinhas feitas com fécula! Um dia vou experimentar!

Cris disse...

Bateu uma saudade das bolachinhas da minha avó... Bjs!

lunalestrie disse...

Ah, Maria Helena, você devia ter participado do evento da Valentina com essa postagem... Beijos!

Eliana Scaramal disse...

Maria Helena que delícia de receita!

Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin